Posts

Incertezas e preços em queda

Em vigor desde maio de 2018, o piso mínimo para o transporte de cargas rodoviárias gera distorções e não traz resultados esperados pelos caminhoneiros.

Leia mais

O governo está em uma sinuca de bico’, diz especialista sobre tabelamento de frete

O governo decidiu cancelar temporariamente a tabela de frete anunciada pela ANTT. É um processo que vem desde o ano passado depois da greve dos caminhoneiros. A tabela anunciada na semana passada desagradou parte dos caminhoneiros, houve ameaça de greve e o governo recuou. Em entrevista ao Jornal da CBN, o sócio-diretor da consultoria ILOS, Maurício Lima, disse que a ‘encrenca’ é de difícil resolução. Segundo ele, o tabelamento é uma coisa artificial dentro da economia e cria diferentes problemas.

Ouça a entrevista na íntegra aqui.

Fonte: Jornal da CBN – Entrevista
https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/268324/o-governo-esta-em-uma-sinuca-de-bico-diz-especiali.htm

Governo cede a caminhoneiros e revoga tabela de frete com preço menor

Categoria ameaçou fazer nova paralisação. Uma outra versão deve ser lançada nesta sexta-feira

Leia mais

Tabela maluca

O governo se atrapalhou ao divulgar a tabela que define o custo mínimo do frete rodoviário no país. A ANTT fará novos cálculos porque há absurdos assim: transportar carga perigosa ou refrigerada está mais barato do que levar cargas a granel. “Do jeito que está, é melhor transportar aço em um caminhão refrigerado. Ficará mais barato”, se espanta Maurício Lima, diretor-geral do Instituto Ilos de Logística. A tabela custará R$ 80 bilhões.

Leia mais

Por que o Brasil depende tanto do transporte rodoviário?

75% das mercadorias no país têm seu escoamento feito pela malha rodoviária; consultores dizem que prioridade política sempre foi pelo transporte rodoviário.

Leia mais

Greve dos caminhoneiros: como se formou o nó que levou à paralisação

Protestos põem em questão política de preços da Petrobras e modelo de exploração do petróleo.

Limitações logísticas do transporte no Brasil também ajudam a entender a crise dos combustíveis

Leia mais

Crise revela dependência de transporte rodoviário que é ‘mais barato e dá voto’

O Brasil é o país que tem a maior concentração rodoviária de transporte de cargas e passageiros entre as principais economias mundiais. Segundo dados do Banco Mundial, 58% do transporte no país é feito por rodovias – contra 53% da Austrália, 50% da China, 43% da Rússia e 8% do Canadá. Os números são relativos a 2013.

Leia mais

Paralisação de caminhoneiros não é greve nem locaute, dizem especialistas

Movimento tem pleitos, porém, que são patronais, como veto à reoneração da folha

Leia mais