A simulação e o dimensionamento de operações

O dimensionamento de operações logísticas sempre foi um desafio para a maioria das empresas. Saber quantos equipamentos e/ou recursos humanos serão necessários para suportar uma nova operação (ou o aumento de demanda de uma operação consolidada) não é um problema trivial e fácil de se calcular. Diversas variáveis contribuem para essa dificuldade de cálculo, como por exemplo a aleatoriedade da demanda e da produtividade dos recursos. Nesse contexto desafiador, a simulação surge como uma possível alternativa para um dimensionamento eficaz de operações.

Dimensionamento de operações logísticas - blog ILOS

Figura 1 – Aplicação de um modelo de simulação 3D em um centro de distribuição

Fonte: Divulgação

 

Os modelos de simulação tentam replicar a operação real a ser implantada através de um software especializado. Esses modelos consideram tanto a demanda quanto a produtividade dos recursos como curvas estatísticas de probabilidade, ou seja, há uma média e um desvio esperado para cada atividade. Desse modo, flutuações típicas das operações reais são consideradas no modelo e o dimensionamento final recomendado também levam em conta esses possíveis desvios.

Outra vantagem dos modelos de simulação é a possibilidade de se enxergar visualmente a operação, que pode considerar diferentes produtos e atividades. Num mesmo posto de trabalho muitas vezes podem passar diversas demandas distintas com tempos de processamento diferentes, o que torna mais complexo o cálculo do dimensionamento por outras técnicas matemáticas, como por exemplo pela teoria das filas. Além disso, nos softwares de simulação existe a possibilidade de se visualizar a operação ocorrendo em tempo real, bem como as filas de espera e ociosidade dos postos de trabalho.

Algumas aplicações comuns de modelos de simulação já realizadas pelo ILOS são em terminais de contêineres (https://www.ilos.com.br/web/planejamento-de-capacidade-num-terminal-de-conteineres-via-simulacao-um-estudo-de-caso/) e em distribuição de combustíveis (https://www.ilos.com.br/web/aplicacao-da-simulacao-no-dimensionamento-de-bases-de-distribuicao-de-combustiveis-2/). Todavia a simulação é aplicável a qualquer operação fabril ou administrativa de qualquer setor econômico.

E a sua empresa, tem alguma expansão ou abertura de uma nova operação em vista no curto ou médio prazo? Um dimensionamento eficaz dos recursos pode ser fundamental para o sucesso desse empreendimento.

 

Referências

https://www.ilos.com.br/web/planejamento-de-capacidade-num-terminal-de-conteineres-via-simulacao-um-estudo-de-caso/

https://www.ilos.com.br/web/aplicacao-da-simulacao-no-dimensionamento-de-bases-de-distribuicao-de-combustiveis-2/

https://www.ilos.com.br/web/tecnologia-de-informacao-uso-da-simulacao-para-obtencao-de-melhorias-em-operacoes-logisticas/

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] acima do ideal. Esse fato por si só já é bastante negativo, como já comentei em meu último post, todavia em alguns casos essa situação pode ser ainda mais agravada devido à obsolescência dos […]

Os comentários estão fechados.