Para o varejo, o foco agora são os solteiros!

Daqui a 10 dias os Estados Unidos e diversos outros países como o Brasil, celebrarão a Black Friday, dia festejado pelo marketing das empresas e temido pela área de logística. Esta ação de vendas, criada nos Estados Unidos há algumas décadas, ocorre um dia após o Dia de Ação de Graças (quarta quinta-feira do mês de novembro) e é conhecida pelos grandes descontos oferecidos pelo varejo para limpar os seus estoques para o natal, que acabam por atrair milhões de compradores, tanto nas lojas físicas quanto nas lojas virtuais.

A Black Friday é um dos maiores fenômenos de venda no mundo e momento crítico para muitas empresas. No entanto, poucos sabem que na China há um dia que consegue superar todas as marcas alcançadas pela Black Friday e a cada dia atrai cada vez mais empresas e consumidores. Trata-se do Single’s Day.

O evento foi celebrado pela primeira vez em 1993 quando estudantes da universidade chinesa de Nanquim escolheram o dia 11/11 para celebrar a solteirice, em razão da repetição de números um na data. Assim como existe o dia dos namorados, quando casais festejam seus relacionamentos e se presenteiam, a ideia era que neste dia os solteiros pudessem se recompensar e comprar para si tudo aquilo que gostariam.

Se aproveitando do boom do e-commerce na China, em 2009 o Grupo Alibaba investiu pesadamente em marketing no dia do solteiro, oferecendo ofertas especiais para o “Double 11” (ou Duplo 11, em português). Apesar do tradicionalismo chinês, que valoriza a família, o Single’s day foi um sucesso e o grupo Alibaba colhe hoje os frutos do investimento.

Figura 1

Figura 1 – Propaganda do site Taobao para o Single’s Day 2015

Fonte: https://www.internetretailer.com/static/uploads/thumbs/Taobao_1111_png_280x280_crop_q95.jpg

 

O dia do solteiro ocorreu na semana passada e o Alibaba quebrou o recorde de maior dia de compras online do mundo. Em 2015, o grupo vendeu 5 bilhões de dólares só nos primeiros 90 minutos do dia, valor similar ao somatório esperado das vendas dos americanos na Black Friday e na Cyber Monday juntos. No total, foram vendidos US$ 14,3 bilhões ao longo do dia, gastos principalmente nas plataformas de compra online do grupo Alibaba, como Taobao.com e Tmall.com. Mais de 40.000 comerciantes e 30.000 marcas participaram do festival, que contou inclusive com um mega show na TV para estimular os consumidores a comprarem.

Figura 2

Figura 2 – Crescimento o Single’s Day em comparação o Cyber Monday

Fonte: Business Insider

 

A expectativa é que sejam despachados mais de 310 milhões de pedidos, um desafio e tanto para os profissionais de logística da China, que precisam expedir em um dia o equivalente a um mês normal de vendas. Serão cerca de 1,7 milhões de entregadores, 400.000 veículos e 200 aviões envolvidos na operação.

Figura 3

Figura 2 – Operação de entrega de uma empresa chinesa após o Single’s Day 2015

Fonte: Business Insider

 

Atraídos pela força e crescimento da economia chinesa, hoje a segunda maior do mundo, grandes empresas varejistas dos EUA, como Macy’s, Nordstrom e Neiman Marcus participaram este ano da data e a tendência é que isto se expanda ano a ano. Segundo o fundador e presidente do Grupo Alibaba, Jack Ma, a ideia é que até 2019 consumidores de todo o mundo estejam participando massivamente do evento.

No Brasil, a plataforma AliExpress, o braço do grupo Alibaba voltado para exportação, já é de longe a empresa que mais vende online no país (em unidades vendidas). A relação é recíproca: o Brasil é um dos principais mercados da empresa e vem ganhando cada vez mais atenção do grupo. Desta forma, é de se esperar que o dia dos solteiros caia no gosto dos brasileiros e vire moda por aqui. Mas será que nossos varejos estão prontos para suportar a demanda do Single’s day, Black Friday e Natal juntos, três eventos muito próximos e com grande potencial de vendas?

O desafio começa agora, pois aparentemente trata-se de um caminho sem volta, e quem não estiver preparado, vai ficar para trás!

 

Referências

<http://www.businessinsider.com/how-alibaba-made-143-billion-on-singles-day-2015-11>

<http://www.businessinsider.com/alibaba-singles-day-sales-2015-11>

<http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/chines-aliexpress-lidera-em-vendas-pela-internet-no-brasil/>

<http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/os-planos-do-alibaba-para-o-brasil>

<http://www.bbc.com/news/business-34773940>