Green Last Mile Home Delivery e a Logística Sustentável

E-commerce com prazos de entrega mais longos como solução para uma logística mais sustentável e competitiva

Em dezembro de 2020, o Acordo de Paris (tratado mundial com objetivo de reduzir o aquecimento global) completa cinco anos e todos os países signatários, inclusive o Brasil, estão apresentando novas versões dos compromissos já assumidos em 12 de dezembro de 2015. Neste contexto, e complementando o excelente texto da Julia Bezerra publicado no blog ILOS do mês passado –“A importância de uma logística sustentável durante e após a pandemia” -, abordaremos novamente o tema de logística sustentável, tão imprescindível nos dias atuais.

O objetivo, agora, é colocar uma lupa específica no transporte Last Mile, trazendo os resultados de uma interessante pesquisa realizada pelo MIT, específica para os varejistas online.
O tema de sustentabilidade da logística Last Mile se torna cada vez mais relevante por diversos motivos, dentre os quais se podem citar:

• A enorme emissão de CO2 pelo setor de transporte (que representa mais de 23% das emissões globais), e a expectativa de crescimento a uma taxa mais rápida do que a de qualquer outro setor, representando um grande desafio para os compromissos de redução de emissões globais. Além disso, a emissão pelo setor de transporte é especificamente liderada pelo rodoviário, correspondendo a 72% das emissões globais de transporte, como podemos ver na imagem abaixo:

  green last mile - emissão de CO2 - ILOS Insights

Figura 1: Evolução da emissão diretas de CO2 por diferentes meios de transporte 1970 – 2010. Fonte: Climate Change 2014 – Fifth Assessment Report (AR5) of the Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC)

 

• O amplo crescimento do e-commerce em 47% das vendas no primeiro semestre de 2020, em comparação ao mesmo semestre do ano anterior, atingindo R$ 38,8 bi, segundo dados do relatório 42 da WebShopper. Esse crescimento acelerado, muito impulsionado pela pandemia, está fazendo com que os grandes varejistas, em busca da liderança no setor, ofereçam prazos de entrega cada vez menores, como por exemplo, o same day delivery oferecido gratuitamente aos assinantes Prime da Amazon, e também o serviço Mercado Envios Flex oferecido pelo Mercado Livre, com opção de entrega no mesmo dia ou no dia seguinte.

 green last mile - Mercado Envios Flex - ILOS Insights

Figura 2: Mercado Envios Flex – Mercado Livre

 

Neste contexto, a equipe de Iniciativas de Logística Sustentável, do CTL – Centro de Transportes de Logística, do MIT divulgou esta semana alguns resultados do projeto piloto de Green Last Mile Home Delivery. Esse projeto consiste basicamente em oferecer a opção de entrega sustentável, mais especificamente, o adiamento do prazo de entrega, para os consumidores online.

O MIT, portanto, conduziu uma pesquisa em colaboração com a Coppel, um dos principais varejistas do México, analisando como as informações sobre o impacto ambiental das decisões de compra afetam a disposição dos consumidores em esperar mais, a partir de um prazo de entrega mais longo, pelas entregas em domicílio.

A partir dos resultados da primeira fase da pesquisa, pôde-se concluir que a propensão do consumidor a esperar foi fortemente influenciada pela forma como esse incentivo foi apresentado. A maneira mais poderosa de enquadrar a mensagem foi especificando quantas árvores seriam necessárias para compensar a quantidade de emissões de carbono liberadas para a atmosfera devido ao pedido de entrega expressa. Quando apresentado este detalhamento, a probabilidade de que os entrevistados estivessem dispostos a esperar foi de cerca de 90%.

Neste modelo de adiamento das remessas pode-se usar a flexibilidade obtida com as janelas de entrega estendidas, decidindo, sistemicamente, quais pacotes precisam ser entregues hoje, amanhã ou daqui a alguns dias, de acordo com as preferências dos diferentes clientes. O sistema deve usar essas informações, combinadas com a demanda esperada e a distância percorrida em cada região, para maximizar a ocupação nos caminhões e minimizar o número de paradas, ao mesmo tempo que garante o nível de serviço esperado.

Com isso, a equipe de Iniciativas de Logística Sustentável do CTL – MIT construiu um modelo para apoiar esse sistema, em um piloto de 34 dias úteis em torno de 700 códigos postais. Os resultados do algoritmo, em comparação com o sistema existente da Coppel, são convincentes, conforme imagem abaixo:

green last mile - resultados MIT - ILOS Insights_v2

Figura 3: Resultados do modelo construído pela equipe do MIT/CTL. Fonte: MIT

 

Portanto, é importante ressaltar que, apresentar como opção um “botão verde” em que os compradores online possam escolher atrasar as entregas, não é suficiente para garantir uma logística mais sustentável. A rede logística do varejista deve cumprir esta promessa ecológica de redução da emissão de carbono, enquanto cumpre os prazos daqueles clientes que ainda esperam uma entrega rápida.

Não podemos deixar de citar que o modelo de entregas expressas é um serviço de grande importância e imprescindível para os varejistas online, principalmente em um mundo em que os consumidores estão cada vez mais exigentes em relação aos serviços prestados. Entretanto, este piloto do MIT indica que, com a mensagem certa de conscientização do consumidor, e o sistema de logística de apoio, os varejistas podem oferecer opções de compra mais sustentáveis, que reforçam suas marcas e ainda reduzem os custos logísticos.

Para mais informações sobre a pesquisa do MIT, acessar o link.

FONTES:
1. https://www.ilos.com.br/web/a-importancia-de-uma-logistica-sustentavel-durante-e-apos-a-pandemia/
2. https://sustainablelogistics.mit.edu/research
3. https://wribrasil.org.br/pt/blog/2019/10/transporte-fonte-de-emissoes-que-mais-cresce-entenda-em-cinco-graficos#:~:text=As%20emiss%C3%B5es%20do%20setor%20de,da%20queima%20de%20combust%C3%ADveis%20f%C3%B3sseis.
4. https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2020/12/08/salles-anuncia-acordo-para-neutralizar-emissao-de-gases-estufa-ate-2060.htm
5. https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-12/efeito-estufa-transporte-responde-por-25-das-emissoes-globais
6. https://www.ipcc.ch/site/assets/uploads/2018/02/ipcc_wg3_ar5_full.pdf
7. https://www.amazon.com/gp/help/customer/display.html?nodeId=202052960
8. https://vendedores.mercadolivre.com.br/nota/entregar-no-mesmo-dia-e-possivel-com-o-mercado-envios-flex/
9. https://sustainablelogistics.mit.edu/green-button-project-consumer-preference-for-green-last-mile-home-delivery/
10. http://ebit.com.br/webshoppers