A futura rede global de entregas da Amazon

Enquanto no Brasil, as empresas de comércio eletrônico, mesmo as grandes, ainda patinam nos prazos de entrega, nos Estados Unidos, a Amazon se prepara para atacar o mercado de comércio eletrônico mundial. Famosa por sua eficiência na entrega e pelos prazos reduzidos, a Amazon estuda criar um serviço de entregas que concorreria com empresas como FedEx, DHL e UPS, dentre outras. A rede global de entregas da Amazon também poria frente a frente dois gigantes do comércio eletrônico internacional: Amazon e AliBaba.

Segundo os documentos que a Bloomberg teve acesso, a ideia da Amazon é ser a única interface entre o produtor e o consumidor, onde quer que eles estejam. No conceito de “one click-ship”, o produtor contataria a Amazon via site ou aplicativo móvel e contrataria o envio do produto. Pelo seu lado, a Amazon retiraria a carga na indústria, levaria para o porto, colocaria no navio, retiraria no país de destino e, em seguida, entregaria na residência do comprador. Tudo em apenas um clique!

Vídeo 1 – Os planos da Amazon para entrar no mercado internacional de entregas

Fonte: Bloomberg

 

Além de facilitar a contratação, a rede global da Amazon também eliminaria os intermediários no comércio internacional, principalmente aqueles relacionados a questões legais e burocráticas, agilizando as trocas comerciais entre países. Ao consolidar os milhares de envios que teria, a Amazon também reduziria os custos desse tipo entrega, ampliando a sua competitividade junto à concorrência.

Por enquanto, tudo está apenas no mundo das especulações, mas as evidências que começam a surgir, somadas às investidas anteriores de sucesso da varejista norte-americana em outros segmentos, ampliam as possibilidades de que essa história seja realmente verdadeira. Segundo dados da Accenture e da AliResearch, a expectativa é que o comércio eletrônico internacional movimente, em 2020, algo em torno US$1 trilhão, servindo 900 milhões de pessoas no mundo todo. Nada mal, não?

 

Referências:

<http://www.bloomberg.com/news/articles/2016-02-09/amazon-is-building-global-delivery-business-to-take-on-alibaba-ikfhpyes>