Fernando Chalreo - ILOS

Entregas recorrentes a pessoas físicas – mais conveniências e mais desafios


A Amazon lançou no início de julho de 2020 um programa de entregas recorrentes da empresa, chamado “Programe e Poupe”. Através dessa iniciativa, o usuário pode escolher uma nova opção ao comprar certos produtos, a de “comprar com recorrência” e ao selecionar esta forma de compra, o usuário pode selecionar uma frequência de entrega (mensal, bimestral, trimestral e até semestral) e de pagamento daquele produto, e essas operações passam a ser automatizadas, sem requerer novas solicitações do usuário.

Além da conveniência, uma outra vantagem oferecida é um desconto de 10% em todos os produtos participantes (que naturalmente, se limitam a itens de compra frequente, como produtos de higiene e limpeza, alimentos e bebidas, rações e outros produtos para animais de estimação), e para os membros do Amazon Prime, o frete é grátis para todas as entregas. Um outro ponto, que ao meu ver, parece um acerto da empresa, é a simplicidade e flexibilidade do programa. Não é necessária nenhuma adesão especial, e as compras podem ser canceladas a qualquer momento, sem obrigatoriedade de um período mínimo de contratação.

entregas-recorrentes---Amazon---ILOS-Insights Figura 1: “Programe e Poupe”, programa de entregas recorrentes da Amazon. Fonte: Amazon

Essa iniciativa é um pouco semelhante aos clubes de entrega, sobre os quais já escrevi há alguns anos aqui nos insights, mas sem o fator da aleatoriedade dos produtos. Tal como esses modelos, há benefícios também para as operações logísticas, já que se trata de uma modalidade que pode trazer mais previsibilidade à potencial demanda dos itens que fazem parte do programa, o que facilita processos de sourcing, posicionamento de estoque e estimativa de recursos para entrega. Essa visibilidade, de forma mais preditiva, já tem sido usada por outras plataformas associadas ao varejo (como Shopper, Home Refill e Superlist) para negociar melhores preços com fornecedores e oferecer descontos direcionados com base no histórico do cliente. Com a ordem já programada, essa previsão ganha uma acurácia possivelmente maior.

Figura 2: Opções de entrega recorrente são apresentadas em página de compra. Fonte: Amazon

É preciso apontar que o modelo de entregas recorrentes traz uma série de expectativas dos clientes. Em uma operação programada, a consistência do prazo de entrega se torna ainda mais fundamental, principalmente quando se trata de itens essenciais. Uma entrega que não seja feita na janela esperada pelo cliente, pode fazer com que ele desista da espera e compre no varejo da vizinhança, e depois cancele a entrega do programa, trazendo um certo tumulto à operação que se propunha a ser mais previsível. É preciso também ter bons canais de comunicação com o cliente para alertar sobre eventuais mudanças de preço, ou mesmo na data de entrega, uma vez que o cliente não acompanhará cada remessa como uma compra regular. A falha nesses quesitos pode transformar o cliente que se dispôs a ser fiel em um consumidor detrator do negócio, uma das piores conversões possíveis. É sempre positivo ver novas opções que buscam agregar mais conveniências aos clientes, mas junto às novas promessas, é preciso estar atento aos desafios que acompanham.

Se quiser saber mais sobre as mudanças digitais no varejo, fique atento ao 26º Fórum de Supply Chain do ILOS, que acontecerá de 13 a 15 de outubro de 2020, e trará o tema “E-commerce e Transformação do Varejo” como um dos assuntos principais da programação.

Referências:

Veja SP – Sites de compras programadas

Amazon