E-commerce, novo varejo e a importância do Supply Chain


Já tem algum tempo que ouvimos falar no crescimento do e-commerce e das vendas online, que representam uma fatia cada vez maior da receita do varejo. Frente à situação atual com a pandemia da Covid-19, esse crescimento foi potencializado e forçou as empresas do setor a se adaptarem a essa nova realidade. De acordo com pesquisa da Neotrust/Compre&Confie, estima-se que o e-commerce no Brasil teve 5,7 milhões de novos clientes entre abril e junho, meses de pico das medidas de distanciamento social.

novo varejo - vendas - ILOS Insights Figura 1: Vendas no e-commerce entre março e julho. Fonte: Folha de S. Paulo

Uma das principais características das empresas preparadas para se destacar nesse cenário é a flexibilidade da cadeia de suprimentos para atender à demanda dos diferentes canais, da tradicional loja física ao atendimento direto do consumidor que realiza suas compras pela internet. Para ter essa flexibilidade e fazer uma boa gestão do supply chain, as empresas precisam utilizar sistemas eficientes de processamento de pedidos, roteirização de entregas e tecnologias capazes de prever o comportamento do mercado com base nos dados de compras dos consumidores. Outro fator de grande relevância no varejo, tanto online quanto tradicional, são as parcerias estratégicas com os fornecedores, possibilitando visibilidade de ponta a ponta na cadeia através do compartilhamento de informações em tempo real.

Cada uma dessas características aponta para a realidade do futuro (e por que não do presente?) do varejo: um mercado de grande complexidade operacional que deve ser gerido com foco nas necessidades do consumidor e que, para isso, tem na gestão do supply chain o seu maior diferencial competitivo.

É cada vez mais comum ouvir sobre varejistas que estão abrindo centros de distribuição e tomando conta da gestão da entrega dos pedidos, mesmo quando os produtos não estão localizados nas instalações da companhia, o que evidencia a importância do supply chain no setor. O novo varejo vai ser marcado pela gestão eficiente da cadeia de suprimentos através do uso de tecnologia e pela alta representatividade do e-commerce. Quem não conseguir acompanhar essas tendências e fazer os investimentos necessários para ganhar a atenção do consumidor terá uma grande dificuldade pela frente.

E-commerce e o Novo Varejo é uma das vertentes que serão abordadas no Fórum Internacional Supply Chain deste ano, além de Transformação Digital do Supply Chain, Transporte & Infraestrutura e Reinventando o Supply Chain. O ILOS vai promover o Fórum entre os dias 13 e 15 de outubro, pela primeira vez de forma 100% online. Para ficar por dentro das melhores práticas do mercado e conhecer soluções inovadoras que estão sendo adotadas pelos executivos do setor, não perca a oportunidade de participar dessa edição!

Referências:

Valor Econômico – Varejo faz gestão da entrega de produtos e muda setor de logística

Forbes – Can supply chain be the MVP in retail’s future?

Folha de S. Paulo – Comércio digital ganha 57 milhões de consumidores e varejo diz que eles vieram para ficar