Entries by Peter Wanke

MAPAS DE ESTOQUE APLICADOS À GESTÃO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO – PARTE 2

Conforme foi apontado na primeira parte deste artigo1, a gestão estratégica de estoques vem ganhando importância cada vez maior na gestão da cadeia de suprimentos. Pesquisa realizada pelo ILOS2 revela a importância de custos com estoque para empresas brasileiras. Dos custos logísticos totais, os estoques constituem uma parcela de 26%, porcentagem menor apenas do que […]

MAPAS DE ESTOQUE APLICADOS À GESTÃO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO – PARTE 1

A gestão estratégica de estoques vem ganhando importância cada vez maior na gestão da cadeia de suprimentos. Com o aumento da competição global e a pressão sobre o mercado, as empresas se colocam em busca de vantagens competitivas, tais como customização de serviços e produtos, melhoria no nível de serviço e redução dos custos totais. […]

COMBINAÇÃO OU COMPETIÇÃO DE PREVISÕES: UM ESTUDO DE CASO NOS FRETES DO AGRONEGÓCIO – PARTE 1

Tendo em vista a crescente importância das atividades logísticas no Brasil, torna-se cada vez mais necessário mensurar seus diferentes componentes. Especificamente, os transportes representam, em média, 64% do custo logístico das empresas, constituindo um objeto de análise importante para acadêmicos e gestores. Com base nessa perspectiva, é apresentado um estudo de caso que busca analisar […]

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE NUM TERMINAL DE CONTÊINERES VIA SIMULAÇÃO – UM ESTUDO DE CASO

Atualmente, o contêiner é a forma mais utilizada para movimentar materiais e produtos pelo modal marítimo. Yun & Choi (1999) salientam que mais de 90% da carga internacional são movimentados via portos e terminais e que 80% desse volume são acondicionados em contêineres. Naturalmente, o aumento da procura por esse serviço gera um impacto direto […]

PCP DOS PORTOS: SIMULANDO A LIGAÇÃO NAVIO-ANCORADOURO PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE DEMURRAGE – PARTE 1

Diversos pesquisadores concentraram seu trabalho no estudo da aplicação de sofisticadas técnicas de modelagem a um ambiente portuário e aos complexos relacionamentos entre os níveis de custo e serviço que possam eventualmente surgir. Especificamente em relação à operação da ligação navio-ancoradouro (SBL, do inglês ship-berth link), pode-se argumentar que, qualquer que seja o tipo de carga […]

DISTRIBUIÇÃO DIRETA OU DISTRIBUIÇÃO ESCALONADA?

As últimas três décadas foram marcadas por fortes transformações nas relações de fornecimento entre indústria e varejo. São diversos os relatos sobre essas diferentes relações de fornecimento (Christopher, 2000). Diversas indústrias reestruturaram suas redes de distribuição para atender à contínua demanda do varejo por menores estoques e maiores níveis de serviço (Hoek, 1998a e 1998b). […]

MODELOS DE NÍVEL DE SERVIÇO E OTIMIZAÇÃO DOS ESTOQUES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS

É universalmente reconhecida a grande importância do conceito nível de serviço no desenho das operações logísticas, na comunicação de expectativas com relação aos níveis de estoque, na relação entre clientes e fornecedores e na segmentação de produtos e mercados em função de sua importância ou rentabilidade. Um dos principais indicadores de nível de serviço adotados […]

IMPACTOS DAS ABORDAGENS TOP-DOWN E BOTTOM-UP NA VARIÂNCIA DO ERRO DE PREVISÃO COM AMORTECIMENTO EXPONENCIAL SIMPLES

Este artigo tem por objetivo mensurar o impacto das abordagens Top-Down e Bottom-up na variância do erro de previsão de vendas com o método do amortecimento exponencial simples, relacionando a variância do erro às características mais comuns de uma série de vendas: coeficiente de correlação, variância das vendas e participação nas vendas agregadas. Para isso, […]