Impactos do coronavirus na logística pelo mundo


O surto de coronavirus tem afetado fortemente as populações e a economia global. Neste momento tão adverso, o ILOS buscará reunir e reportar aqui, regularmente, os impactos diretos desta pandemia na Logística e Supply Chain do Brasil e do mundo. O título de cada notícia comentada traz o link para a íntegra da matéria. É só clicar!

03/04 – Forbes – Lições da COVID-19: como proteger a sua cadeia de suprimentos durante a crise

Especialista apresenta sete pontos a serem analisados pelos executivos no momento de avaliar as vulnerabilidades da sua cadeia de suprimentos.

03/04 – Minf – Aplicativo InfraBR disponibiliza novas funcionalidades para apoio ao caminhoneiro e garantia do abastecimento

Profissionais do setor poderão identificar onde estão localizados nas rodovias os serviços essenciais para o exercício de sua profissão.

03/04 – Valor Econômico – COVID-19 vai mudar a globalização e empresas terão de rever suas cadeias

Economista-chefe do Banco Europeu para Reconstrução e o Desenvolvimento acredita que pandemia fará empresas desenvolverem planos alternativos para suprimentos, reduzindo a fragilidade da cadeia.

03/04 – Valor Econômico – Em meio à pandemia, governos já ajustam calendário de concessões

Leilões em áreas que sofrem com a crise provocada pela pandemia do coronavírus estão sendo suspensos. Programação para terminais portuários de carga deverá ser mantida.

03/04 – Valor Econômico – Ministério autoriza renovação da Malha Paulista

Apesar da pandemia, ministério de Infraestrutura consegue seguir adiante com o processo. ANTT deve aprovar aditivo no dia 14, com assinatura prevista para o dia 17 de abril.

02/04 – G1 – Governo de SP vai entregar a caminhoneiros adesivos eletrônicos para pagamento automático de pedágios

Segundo secretário de Logística e Transportes do estado, tags serão oferecidas para diminuir risco de contaminação por coronavírus.

02/04 – Valor Econômico – Transporte de carga aérea

Apesar da interrupção de boa parte do transporte aéreo de passageiros, secretário Nacional de Aviação Civil garante que transporte aéreo de cargas está crescendo brutalmente por conta do crescimento do e-commerce e das cargas do Ministério da Saúde.

02/04 – Valor Econômico – Queda da demanda já é um problema para os caminhoneiros

Empresas paralisadas ou funcionando em ritmo mais lento levam a menos contratação de transporte e também aumentam a dificuldade em encontrar carga retorno.

02/04 – Valor Econômico – Ministra afasta risco de faltar alimentos no país

Segundo ministra, governo trabalha para garantir infraestrutura e condições de trabalho aos caminhoneiros para viabilizar o transporte de insumos e o escoamento da produção.

01/04 – Forbes – Repensando a cadeia de suprimentos do varejo em tempos de crises

Para analista, uma nova de cadeia sustentável de alimentos pode surgir da necessidade de redundância na cadeia, tempos mais rápidos de distribuição e de um novo uso para prédios atualmente abandonados.

01/04 – UOL – Logística de exportação de soja, petróleo e minério de ferro não foi afetada por coronavírus, diz governo

Subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia afirma que não houve confirmação de falta de contêineres para embarque de carga nos portos.

01/04 – São Paulo – Governo de SP cria site com informações sobre as estradas para caminhoneiros

Portal traz mapa com a situação dos postos de abastecimento e dos locais de distribuição de kits no Estado de São Paulo.

01/04 – CEO Magazine – Um novo vírus reforça antigos ensinamentos

Uma das certezas dos negócios é que sempre haverá riscos e crises que os executivos deverão enfrentar. Desenvolvimento de planos de contingência e de redução de riscos nas cadeias de suprimentos são fundamentais para empresas.

01/04 – Folha de S. Paulo – Líder dos caminhoneiros diz que categoria deve parar se governadores não recuarem

Caminhoneiros se queixam de falta de postos e restaurantes na beira de estrada, e acionam Justiça contra Doria.

01/04 – O Globo – Com coronavírus, Ipiranga atrasa cobrança a postos e contrata psicólogos para funcionários

Empresa admite adiamento de investimentos, mas garante que a prioridade é sustentar as operações existentes e os empregos.

01/04 – Valor Econômico – EUA avaliam pacote para infraestrutura de US$ 2 tri

Expectativa do presidente dos Estados Unidos é que pacote contribua para o país sair da crise após a pandemia do coronavírus.

31/03 – Extra – Cofco teve planta de biodiesel em MT afetada por efeitos do coronavírus; logística preocupa

Unidade de produção de biodiesel teve operação interrompida por decisão unilateral do município de Rondonópolis (MT) de interromper todas as atividades industriais na região.

31/03 – Extra – PGR apoia CNT em ação que pretende derrubar normas contra vírus que afetam logística

Confederação Nacional dos Transportes deseja suspender atos unilaterais de municípios e estados que estejam restringindo o transporte intermunicipal e interestadual de cargas.

31/03 – Coronavírus já transformou o processo de Compras na cadeia de moda, diz GlobalData

A tecnologia tem sido importante ao trazer mais comunicação entre os elos da cadeia de suprimentos de moda com a disseminação do coronavírus.

31/03 – Roll Call – Blockchain could transform supply chains, aid in COVID-19 fight

Ferramenta é vista como importante para a troca de informações na cadeia de suprimentos e poderia ser usada para acreditar fornecedores e agilizar processos de contratação das empresas.

31/03 – Valor Econômico – Plataformas digitais em alta no campo 

Para reduzir contatos físicos, embarcadores e caminhoneiros autônomos estão preferindo ferramentas eletrônicas no momento da contratação do frete no agronegócio.

31/03 – NTC & Logística – Impacto do coronavírus no transporte de cargas chega a 26% segundo dados do DECOPE

Embora esteja ainda em seus primeiros dias, pesquisa da NTC ponta para uma esperada redução no transporte de cargas pelo país, com variação entre carga fechada e carga fracionada.

31/03 – Folha de S. Paulo – Indústrias reforçam segurança e mantêm operação na pandemia

Controles de temperatura, aumento de frota para funcionários e voucher para taxi são algumas das iniciativas das empresas para garantir o funcionamento das operações.

30/03 – Valor Econômico – Medidas na Índia afetam farmacêuticas do Brasil

Índia e China são responsáveis, cada uma, por 30% a 35% dos princípios ativos utilizados pelas farmacêuticas brasileiras. Empresas têm, em média, estoque de produtos acabados para 4 ou 5 meses.

30/03 – Jota – Mercado Livre: “estados precisam entender a importância do serviço de entrega”

CEO do Mercado Livre fala das ações da empresa para evitar contaminação dos seus usuários e garantir as entregas, apesar dos problemas que vêm enfrentando por conta das diferentes restrições de circulação impostas por estados e municípios.

29/03 – Exame – Preços do frete de aéreas disparam em meio à pandemia do coronavírus

Aéreas passaram a tratar todas as cargas como emergenciais, impactando nos preços e dificultando o transporte de carga no Brasil.

29/03 – O Globo – Recuperação econômica terá que passar por investimento em saúde, obras e renda mínima, dizem analistas

No receituário básico da recuperação econômica está o investimento em infraestrutura, atividade intensiva em mão de obra e que ainda ajuda reduzir os gargalos econômicos do Brasil.

27/03 – PEGN – Coronavírus: Tecnologia aplicada ao sistema de delivery está mantendo China abastecida

Tecnologia e hábitos de consumo chineses podem servir de exemplo para outros países acelerarem melhorias nas estruturas de e-commerce e entregas.

27/03 – Estado de S. Paulo – Com Bolsonaro, caminhoneiros atacam Dória e ameaçam parar

Governo federal monitora ataques e ainda considera situação pontual. Ameaças surgem com a falta de suporte aos caminhoneiros nas estradas provocada pelo fechamento de restaurantes e outros serviços essenciais.

27/03 – NPR – The coronavirus pandemic may be loosening links in the supply chain

Enquanto tenta driblar o desafio de descobrir o novo normal, indústrias nos Estados Unidos lidam com stress dos funcionários que continuam trabalhando para garantir as entregas. Expectativa é de que o ritmo de compras de bens essenciais se reduza em decorrência do aumento dos estoques nas casas das pessoas.

26/03 – UOL – Pandemia encolhe volumes de comércio em portos globais 

Batalha da Europa e dos Estados Unidos contra a pandemia tem maior impacto em portos e outros centros de comércio internacional afetando a economia global.

26/03 – Valor Econômico – FAO vê riscos de tensões na cadeia global de alimentos

FAO espera problemas na cadeia de suprimentos alimentar para abril e maio devido aos desafios para circulação dos produtos em meio à pandemia. Segundo economista-chefe da entidade, o problema fundamental será na área de logística.

26/03 – Valor Econômico – Com falta de serviços, caminhoneiros pedem apoio

Embora estejam garantindo que a logística não pare no Brasil, caminhoneiros sofrem com a falta de condições mínimas para trafegar. Fechamento de serviços como restaurantes, borracharias, lojas de peças e mecânicas dificultam execução da atividade.

26/03 – Valor Econômico – Setor inicia pressão para suspender cobrança de pedágio durante epidemia

Caminhoneiros alegam que redução no tráfego vai levar a um menor desgaste do pavimento, permitindo redução no pedágio. Ministério da Infraestrutura não dá sinais de suspensão da cobrança do pedágio nas estradas do país.

26/03 – Valor Econômico – DPW não prevê paralisação em portos no Ocidente

Ao contrário do que aconteceu na China, fechamento de portos seria improvável no Ocidente, segundo diretor financeiro da DP World nas Américas. Segundo ele, na China, ainda não havia clareza sobre os efeitos e a forma de transmissão do vírus.

26/03 – O Globo – “Não há necessidade de se sobrestocar”

Presidente da Nestlé afirma que empresa está operando com capacidade total no Brasil para garantir abastecimento, sem rompimento da sua cadeia de suprimentos.

25/03 – Valor Econômico – Pandemia acelera demanda por galpões

Demanda por espaços de armazenagem dá sinais de crescimento, com aumento da procura partindo principalmente dos setores varejista e comércio eletrônico.

25/03 – Folha de S. Paulo – Governadores fecham estradas e vetam ônibus interestaduais

Governo federal transfere para órgãos estaduais a competência para fechamento ou bloqueio de estradas. Reportagem mostra as principais iniciativas de cada estado.

25/03 – Valor Econômico – A produção de alimentos pede passagem

Empresas do agronegócio ainda enfrentam dificuldades para fazer a distribuição da sua produção em decorrência de medidas de restrição de circulação impostas por estados e prefeituras.

24/03 – CNBC – Coca-Cola CEO says supply chain is “cracking around the world” due to coronavirus

Empresa se adapta às novas necessidades do consumidor. Nesse período, houve crescimento na demanda por produtos de tamanhos maiores, para estoque nas residências, com SKUs menores sendo deixados de lado. Houve também forte mudança no canal de vendas. Em algumas regiões, empresa enfrenta dificuldade em conseguir insumos.

24/03 – Forbes – How the coronavirus will shape the food supply chain

Autor analisa como o supply chain está sendo impactado pela pandemia, analisando as dificuldades das empresas de alimentos com o novo cenário, a importância da mão de obra nesse período e os problemas na previsão da demanda.

24/03 – Folha de S. Paulo – Sobrecarregado, mercado suspende delivery

Algumas redes de supermercados em SP precisaram suspender o delivery no primeiro momento para poder atender a alta demanda nas lojas. Redes operam com baixo estoque e sinalizam prazos de entrega de mais de três semanas.

24/03 – Valor Econômico – Varejistas implantam “operação de guerra”

Muitas redes de varejo vêm ampliando os estoques nas lojas, fechadas, para poder atender o comércio eletrônico. Preocupação das redes está em conseguir a liberação dos estoques das lojas em shopping centers que, atualmente, estão fechados e as lojas não podem ser acessadas.

23/03 – O Globo – Tarcísio consegue acordo para liberar circulação de cargas

Ministério da Infraestrutura fecha acordo com governadores para garantir livre circulação de mercadorias pelo país. Preocupação é evitar a crise de desabastecimento que afetou o Brasil durante a greve dos caminhoneiros

23/03 – Valor Econômico – Transporte de cargas sente os primeiros efeitos

Fechamento de lojas começa a afetar o setor de transporte de cargas. Queda na produção em setores não essenciais, como eletrônicos e vestuário, deve acentuar a retração no transporte.

23/03 – Valor Econômico – Setor industrial se desdobra para garantir abastecimento

Setor industrial está preocupado com possíveis quebras na cadeia de suprimentos, enquanto garante a segurança sanitária dos seus funcionários. Executivos chamam a atenção para a importância de segmentos por vezes considerados secundários, como embalagens, manutenção, entre outros, mas que são fundamentais para garantir o abastecimento de itens essenciais à população.

23/03 – Antaq – Antaq esclarece sobre fechamento de portos

A Agência Nacional de Transporte Aquaviários esclarece em nota que portos públicos, privados e demais instalações portuárias, assim as atividades de transporte aquaviário, permanecem em operação. O órgão lembra que apenas o governo federal pode determinar o fechamento dessas instalações ou a interrupção dos serviços.

22/03 – O Globo – Indústria do petróleo pede livre trânsito de caminhões-tanque para garantir abastecimento no país

Preocupadas com possível paralização na produção de itens essenciais em decorrência de quebra na cadeia de suprimentos, as empresas pedem auxílio do governo federal. A indústria do petróleo pede garantia à circulação de caminhões e pessoas para garantir desde a produção até a distribuição de combustíveis no Brasil.

20/03 – Exame – Compras pela internet disparam até 40% com impacto do novo coronavírus

Nos primeiros 15 dias de março, o e-commerce brasileiro já registrou alta média de 40% nas vendas em decorrência do surto de coronavírus no Brasil. A venda de itens de saúde pela internet cresceu 124%, enquanto alimentos e bebidas tiveram alta de 30% e eletrodomésticos, 37%.

20/03 – G1 – “Não vai haver fechamento de aeroportos”, diz ministro da Infraestrutura

Após o governo do estado do Rio de Janeiro anunciar o fechamento de aeroportos e rodovias, o ministério da Infraestrutura afirma que a decisão é de âmbito federal e descarta a medida. Governo vai criar Conselho Nacional de Transporte para discutir as medidas relacionadas ao setor durante a crise e evitar que ações prejudiquem o transporte pelo país.

20/03 – Infomoney – Varejo on-line da China dá sinais de recuperação

A China começa a ver suas atividades voltarem ao normal após o surto de coronavírus no país. Entretanto, a retomada a longo prazo ainda depende de a população chinesa voltar a comprar bens não essenciais.

20/03 – Valor Econômico – GPA se aproxima de limite em venda online

O Grupo Pão de Açúcar aponta que suas lojas estão operando perto da capacidade máxima. Vendas de supermercados e hipermercados dobraram nos últimos 3 dias e o número de pedidos online saiu de 1.000 para 3.500 por dia.

20/03 – Valor Econômico – Setor de plásticos teme abril e pede ajuda ao governo

Corrida aos supermercados manteve a demanda alta no setor de plásticos em março, mas a preocupação é com possível queda nos meses seguintes e problemas na redução do fluxo de transporte devido às restrições de circulação.

20/03 – Valor Econômico – Governo teme retenção de carga nas estradas

O fechamento de fronteiras estaduais preocupa o agronegócio, setor com forte participação nas exportações brasileiras. Com a China retomando a sua economia, a tendência é que o setor intensifique o transporte do Centro-Oeste para os portos, principalmente Santos, e uma possível barreira pode prejudicar o setor.

20/03 – Folha de S. Paulo – Agricultura deve criar corredores estratégicos para agronegócio

Na esteira da preocupação do Agronegócio com o fechamento das fronteiras terrestres interestaduais, o governo federal planeja a criação de corredores estratégicos para garantir o escoamento das cargas para os portos e a circulação de alimentos para a população e insumos para a agroepecuária.

18/03 – The Atlantic – Exclusive: Amazon Confirms First Known Coronavirus Case in an American Warehouse

Nos Estados Unidos, a Amazon tem o seu primeiro caso de COVID-19 confirmado em um centro de distribuição. A Amazon já vem encontrando dificuldade de atender a demanda que vem crescendo, com falta de produtos e não atendimento de prazos de entrega, principalmente os prazos de dois dias do Amazon Prime. Especialistas, como Dale Rogers, parceiro do ILOS de mais de 20 anos, acreditam que, embora a Amazon tenha muitos CDs automatizados, o problema pode se agravar principalmente se os entregadores começarem a adoecer ou se houver necessidade de fechar CDs da empresa.

19/03 – Valor Econômico – Portos mantêm operação e avaliam gargalos

Após ameaça de greve dos funcionários no porto de Santos, os portos brasileiros conseguem manter suas operações funcionando e já avaliam possíveis gargalos. Terminais de contêineres santistas garantem que não houve impacto, mas as empresas se preocupam com futuros problemas caso haja uma possível redução de pessoal nos órgãos fiscalizadores ou impactos no transporte das cargas pelo país, dificultando, ou mesmo impedindo, a sua chegada ou saída dos terminais.

18/03 – O Globo – Governo anuncia pacote de socorro a empresas aéreas

A compreensível queda na movimentação de passageiros vem preocupando as empresas aéreas não apenas do Brasil, mas no mundo. Outros países já anunciaram medidas para evitar o colapso do setor, e o governo brasileiro anunciou nesta quinta-feira um pacote de socorro às empresas aéreas. Importante lembrar que o colapso das empresas não apenas afetaria o transporte de passageiros, mas também o de cargas, pois boa parte da movimentação aérea de cargas é feita usando o porão dos aviões de passageiros.

16/03 – Folha de S. Paulo – Europa e América do Sul fecham fronteiras para tentar conter coronavírus

O fechamento das fronteiras na União Europeia já afeta a logística na região, pois muitos caminhões estão presos em enormes filas nas fronteiras dos países. O impacto no transporte de alimentos, remédios, peças e insumos está prejudicando a produção das empresas, pois muitas operam no sistema “just in time”, com estoques baixos.