Henrique Alvarenga - ILOS

Os unicórnios da logística

O New York Times, em parceria com a empresa CB Insights, divulgou em fevereiro de 2019 uma lista com as 50 start-ups com maior potencial de se tornarem os novos unicórnios (designação criada para start-ups que conseguem atingir um valuation de 1 bilhão de dólares). Dentre as empresas brasileiras que nos últimos anos foram inseridas neste seleto grupo, figuram o Nubank, 99, PagSeguro, entre outras. Na nova lista divulgada para 2019, há duas empresas de logística e supply chain: a brasileira CargoX e a americana Embark Trucks.

A CargoX é uma start-up paulista que utiliza tecnologias de big data e machine learning para conectar caminhões e embarcadores. Através do aplicativo, o caminhoneiro pode se juntar aos outros 150 mil já cadastrados na plataforma e oferecer serviço de transporte para clientes, desde pequenos negócios até empresas de grande porte como Ambev, Unilever e Votorantim. Dentre seus concorrentes destaca-se a TruckPad, que analogamente à CargoX possui um aplicativo que conecta caminhoneiros e donos de carga. O serviço ofertado pelas empresas gera diversos benefícios como a diminuição da ociosidade dos ativos, aumento da receita de caminhoneiros e redução dos custos para os embarcadores de carga, além de oferecer visibilidade e rastreio da carga em tempo real.

unicornios da logística - blog ILOS

Figura 1 – Cargo X, start-up brasileira para transporte de cargas.
Fonte: CargoX/Divulgação

Já a Embark Trucks é uma empresa que tem como foco o desenvolvimento de tecnologia de caminhões autônomos para o transporte de cargas nas autoestradas americanas. A Fernanda e o Alexandre já falaram um pouco sobre o desenvolvimento e aplicação de veículos autônomos, porém vale ressaltar que a Embark é uma empresa que tem se destacado neste cenário. Diferentemente de concorrentes que também estão desenvolvendo veículos autônomos, como o Uber e a Waymo (pertencente à Alphabet, dona do Google), o foco da Embark é na perna longa do transporte. Ou seja, as transferências entre CDs, por exemplo, que ocorrem com caminhões de maior porte e em grandes rodovias. E a empresa já está realizando o transporte de cargas por uma grande rodovia americana. Em parceria com a Electrolux e a transportadora Ryder, a Embark realiza uma rota entre o Texas e a Califórnia de quase 1.000 km com um veículo autônomo, ainda que eles utilizem um motorista para assumir o controle caso algo não funcione corretamente. A experiência obtida tem ajudado a Embark a expandir suas operações, e Alex Rodrigues, CEO da empresa, acredita que em poucos anos haverá caminhões totalmente autônomos transportando cargas nos EUA.

Vídeo 1 – Maior rota autônoma de frete do mundo operada pela Embark
Fonte: Embark.

Tanto a CargoX quanto a Embark utilizam de tecnologias inovadoras para criar sistemas que possibilitam a oferta de um serviço diferenciado. Estas disrupções prometem remodelar as cadeias logísticas e desafiar vários setores e indústrias.

Referências:

Future unicorn startups billion dollar companies

Cargo X

Embarktrucks

Uber dos caminhões do Brasil ganha investimento de George Soros