OS DESAFIOS E OPORTUNIDADES DA CAPACITAÇÃO EMPRESARIAL EM LOGÍSTICA

Por Beatris Huber e Fernanda do Rego Monteiro Os desafios das funções logísticas e as constantes mudanças de mercado exigem das empresas cada vez mais capacitação e qualificação de seus colaboradores. Em uma pesquisa realizada pelo ILOS com participantes do XX Fórum Internacional de Supply Chain em 2014, 85% dos respondentes afirmaram que a empresa […]

Planejamento colaborativo na cadeia de suprimentos – CPFR (Parte 1)

Por Diego de Souza e Luciana Magalhães É difícil começar um artigo sobre planejamento sem cair no bom e velho clichê: o mercado está cada vez mais instável e dinâmico. Consumidores ficam mais exigentes, portfólios ficam mais numerosos, mercados inteiros surgem de um dia para o outro, e a conectividade faz com que as ondas de mudança […]

QUAL É O GRAU DE DESENVOLVIMENTO DO SUPPLY CHAIN DE O&G NO BRASIL? FOCO EM LOGÍSTICA OFFSHORE

Por Marcus Vinicius Esperian D’Elia e Mayara Gabi Barrionuevo A cadeia logística de apoio Offshore é responsável por garantir a disponibilidade de materiais nas unidades marítimas, sem danos, obedecendo aos prazos estipulados, com a devida documentação e com o melhor custo, para que o processo principal de exploração e produção de petróleo possa seguir sem […]

PERFIL Maria Fernanda Hijjar

PLANEJAMENTO NO SUPPLY CHAIN – UM COMPARATIVO ENTRE EMPRESAS DO BRASIL, ALEMANHA E ESTADOS UNIDOS

Por Maria Fernanda Hijjar, João Succar e Alexandre Lobo. O ILOS, com o apoio de diversos parceiros nacionais e internacionais[i], promoveu uma pesquisa com empresas brasileiras, alemãs e norte-americanas, buscando mapear o grau de desenvolvimento das companhias atuantes nesses países no que diz respeito ao planejamento no supply chain. Foram três principais aspectos abordados no estudo: […]

RELACIONAMENTO COLABORATIVO ENTRE OPERADORES LOGÍSTICOS E SEUS CLIENTES NO BRASIL (PARTE II)

Este artigo está divido em duas partes. A Parte I tratou dos elementos que impactam a magnitude do relacionamento entre operadores logísticos e seus clientes, ou seja, os fatores necessários para alcançar o relacionamento colaborativo. A Parte II, aqui apresentada, trata dos resultados do relacionamento colaborativo que podem vir em forma de benefícios ou riscos […]

RELACIONAMENTO COLABORATIVO ENTRE OPERADORES LOGÍSTICOS E SEUS CLIENTES NO BRASIL (PARTE I)

Este artigo está divido em duas partes. A Parte I, aqui apresentada, trata dos elementos que impactam a magnitude do relacionamento entre operadores logísticos e seus clientes, ou seja, os fatores necessários para alcançar o relacionamento colaborativo. A Parte II tratará dos resultados do relacionamento colaborativo que podem vir em forma de benefícios ou riscos […]

Ataide Braga - ILOS

O COMPRADOR DO FUTURO (PARTE 2)

A primeira parte deste artigo abordou questões relacionadas à complexidade que a cadeia de suprimentos experimentará nos próximos anos e como o setor de Compras/Suprimentos das organizações entra neste contexto contribuindo para adaptação das empresas com a complexidade mencionada e ainda obter resultados expressivos das oportunidades que aparecerão em decorrência de alterações no cenário atual. […]

Ataide Braga - ILOS

O COMPRADOR DO FUTURO (PARTE 1)

O conceito de cadeia de suprimentos já está consolidado no meio corporativo e acadêmico como o conjunto de empresas que promovem sucessivas agregações de valor ao transformarem matéria-prima em produtos intermediários, que por sua vez serão empregados na elaboração do produto final que chega ao consumidor. As empresas desta cadeia de suprimentos precisam estar alinhadas […]

MENU-PRICING: OBTENDO REDUÇÃO DE CUSTOS LOGÍSTICOS ATRAVÉS DE RELAÇÕES GANHA-GANHA COM CLIENTES

Um grande desafio das indústrias de bens de consumo é definir qual a melhor estratégia de distribuição de seus produtos para os diferentes canais de atendimento. O objetivo desta estratégia deve ser sempre maximizar a percepção de nível de serviço ofertado aos clientes e a redução dos custos de atendimento, assim, todas as ações tomadas […]

Monica Barros - ILOS

DESAFIOS DA LOGÍSTICA NA AMÉRICA LATINA

Entre 2003 e 2012, a América Latina apresentou crescimento médio de cerca de 4% ao ano. Ao longo desse período a representatividade das exportações aumentou. Tradicional produtor de matéria-prima a região viu a participação desse grupo de produtos crescer significativamente. Para se ter uma ideia, em 2011, as exportações de matéria-prima representavam 60% das exportações […]

LOGÍSTICA NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES NA TERCEIRIZAÇÃO

Durante décadas, a indústria farmacêutica foi marcada por altas margens de lucro e taxas de crescimento estáveis, advindas das patentes e produtos inovadores. Ao longo dos últimos anos, no entanto, a dinâmica do mercado vem mudando consideravelmente. A popularização dos medicamentos genéricos e a expiração de patentes impulsionam um cenário competitivo mais agressivo, marcado pela […]

IMPORTÂNCIA DOS ASPECTOS CULTURAIS PARA A GESTÃO INTEGRADA DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

Iniciativas de Supply Chain Management envolvem, na maioria das vezes, profundas mudanças culturais que permitam estabelecer confiança entre empresas compradoras e vendedoras, remodelando comportamentos adversativos em relações colaborativas entre os diversos parceiros da cadeia. Além disso, a integração entre áreas de negócios e parceiros comerciais, transacionando produtos e serviços através das fronteiras nacionais, exige a […]

CUSTOS LOGÍSTICOS NO BRASIL

Nos últimos 10 anos, o Brasil não soube aproveitar as oportunidades advindas com o bom momento econômico para reduzir o percentual dos custos logísticos em relação ao seu Produto Interno Bruto (PIB). O crescimento da economia brasileira a uma taxa média de 3,9% ao ano entre 2004 e 2013 e o aumento da demanda por […]

COMO DETECTAR PROBLEMAS NO PLANEJAMENTO COLABORATIVO DA DEMANDA COM MÉTRICAS SIMPLES

Por que planejar? Para que tentar antever o futuro, se o mercado é tão volúvel e imprevisível? Por que não apenas atender aos pedidos à medida que aparecem em nosso sistema? Se nem os clientes sabem o que vão pedir, como nós vamos saber? Deparamo-nos constantemente com perguntas como estas ao implantar processos de planejamento, […]

ANÁLISE DOS CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS NO BRASIL

Nos últimos dez anos, o mercado de condomínios logísticos de alto padrão[1] (classe A ou A+) vem registrando um importante crescimento, em grande parte, impulsionado pelo desenvolvimento econômico do Brasil nesse período. Essa evolução acontece paralelamente ao crescimento da representatividade da atividade de armazenagem nos custos logísticos das empresas instaladas no País. Com estrutura física […]

CUSTO DE SERVIR: UMA METODOLOGIA PARA O CÁLCULO DA RENTABILIDADE DOS CLIENTES – PARTE 2

Na Parte 1 deste trabalho foram abordados os tópicos iniciais que continham as principais motivações de se estruturar um processo de análise de rentabilidade de clientes a partir do custo de servir e a descrição de uma metodologia de desenvolvimento, implantação e manutenção deste processo. Na Parte 2 será discutida com maior detalhe as etapas […]

CUSTO DE SERVIR: UMA METODOLOGIA PARA O CÁLCULO DA RENTABILIDADE DOS CLIENTES – PARTE 1

O presente artigo tem como objetivo apresentar uma metodologia de análise da rentabilidade dos clientes a partir da análise do custo de servir. Sua estrutura foi dividida em duas partes complementares: Parte 1 – Motivações e Metodologia: serão levantados nessa primeira parte os principais motivadores para a estruturação da análise da rentabilidade baseado no cálculo […]

GESTÃO INTEGRADA DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ANÁLISE DOS ASPECTOS CULTURAIS, TECNOLÓGICOS E OPERACIONAIS NO BRASIL

  Na medida em que o comércio global se intensificou nas últimas décadas, deslocando as fontes de insumo e produção, a necessidade de gerenciar eficazmente fluxos de informação e produtos com fornecedores e clientes se tornou cada vez mais crítico para o sucesso das empresas. Este aumento no comércio global, da cooperação internacional e a […]

GiselaMangebeira - ILOS

DESENVOLVIMENTO DO MERCADO SECUNDÁRIO NO BRASIL E AS OPERAÇÕES DE LOGÍSTICA REVERSA

  Além das atividades de coleta e transporte, faz parte do contexto das operações de logística reversa a destinação dos produtos. Existem várias alternativas para destinação, dentre as quais: Outlets, leilões, intermediários, lojas de R$1.99, multimarcas, mercados de pulgas, penhor, remanufaturas/reformas e reciclagem. O presente artigo tem com objetivo trazer uma visão geral do mercado […]

TRANSPORTE DUTOVIÁRIO DE COMBUSTÍVEIS NO BRASIL: DESAFIOS E OPORTUNIDADE

As perspectivas do setor nacional de petróleo e gás para os próximos anos são auspiciosas e desafiadoras. A Petrobras anunciou, em seu Plano Estratégico 2030, uma produção de 4,2 milhões de barris de petróleo por dia (Mbpd) para 2020, ressaltando que a média de 2013 foi de 1,93 Mbpd (PETROBRAS, 2014). Para esse período, os […]

DIFERENÇAS NAS PRÁTICAS DA TERCEIRIZAÇÃO LOGÍSTICA NO BRASIL E ESTADOS UNIDOS: PERSPECTIVAS DE EMPRESAS CONTRATANTES E PSLS

  A indústria de terceirização logística no Brasil continua a crescer. De acordo com Fleury (2013), a receita anual média por transportador no Brasil cresceu 19% entre 2002 e 2012. A indústria também vem se tornando cada vez mais concentrada, graças a um intenso movimento de fusões e aquisições. Da mesma forma, essa indústria tem […]

APLICAÇÃO DO ANALYTIC HIERARCHY PROCESS PARA A TOMADA DE DECISÕES NA LOGÍSTICA

  A tomada de decisão é um processo presente no dia-a-dia das organizações e, quando se trata de ambientes complexos e competitivos, a necessidade de decisões rápidas e acuradas se torna ainda maior. Métodos de decisão multicritério foram desenvolvidos para uma melhor estruturação de problemas que envolvem a tomada de decisão a partir de uma […]

Cesar Lavalle - ILOS

Pesquisa Benchmark – Serviço de Distribuição 2013 (Parte 2)

A primeira parte deste artigo explorou como o ambiente econômico impacta a decisão de compras do comércio junto à indústria de bens de consumo. Esta segunda parte analisa as implicações das mudanças no ambiente competitivo em termos das necessidades dos supermercadistas, bem como do desempenho e da qualidade do serviço de distribuição praticado pela indústria. […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO 2013 – PARTE 1

A primeira parte deste artigo apresenta uma análise do cenário econômico, que condiciona o comportamento dos agentes integrantes das cadeias de suprimento de bens de consumo. Em seguida, serão discutidas as implicações das mudanças no ambiente competitivo em termos das necessidades dos supermercadistas, bem como do desempenho e da qualidade do serviço de distribuição praticado […]

AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS OPERACIONAIS GERADOS PELA IMPLEMENTAÇÃO DA MEDIÇÃO ELETRÔNICA EM DISTRIBUIDORAS DE ENERGIA

Na última década, iniciou-se no cenário mundial de distribuição de energia elétrica uma grande revolução tecnológica com a introdução de redes inteligentes, também conhecido como Smart Grid. No Brasil, este cenário começou com a medição eletrônica, cujos impactos operacionais vão desde mudanças no volume de serviços até nos tipos de veículos e ferramentas utilizadas, devido […]

LOGÍSTICA DE APOIO OFFSHORE – INTEGRAÇÃO E SINCRONIZAÇÃO DA CADEIA DE ATENDIMENTO ÀS UNIDADES MARÍTIMAS

A logística de apoio offshore vem se tornando uma nova área de conhecimento no segmento de Petróleo & Gás, já que, cada vez mais, as empresas de exploração e produção de petróleo demandam elevados níveis de serviço das atividades de suporte à operação. Isso é consequência dos impactos que falhas no processo logístico podem causar […]

PESQUISA E-COMMERCE: DESEMPENHO LOGÍSTICO DAS LOJAS VIRTUAIS NO BRASIL

As vendas de produtos pela internet vêm crescendo consistentemente no Brasil. Após a euforia inicial do começo dos anos 2000, quando muitas lojas surgiram e também muitas fecharam, o comércio eletrônico se consolidou como um importante canal de vendas no país. Com o passar do tempo, a desconfiança do consumidor e seu medo de não […]

BIG DATA E S&OP – OS DOIS PODEM CONVIVER?

Há alguns anos um dos principais assuntos em pauta para os líderes de empresas é o S&OP, ou planejamento de vendas e operações, em português. Concebido nos anos 80, este processo nasceu com o objetivo principal de quebrar as barreiras entre as áreas funcionais, garantindo que todo o planejamento da empresa apontasse para um objetivo […]

LOGÍSTICA EM SITUAÇÕES DE CRISE – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo, foram apresentadas a motivação e relevância para o desenvolvimento deste projeto de pesquisa, bem como a visão geral do referencial proposto em suas três fases (Preparação, Resposta Imediata e Reconstrução). Esta segunda parte conclui o artigo, detalhando o referencial teórico proposto por meio da apresentação dos processos envolvidos e de […]

LOGÍSTICA EM SITUAÇÕES DE CRISE – PARTE 1

Em termos gerais, três objetivos estratégicos necessitam ser avaliados e equilibrados para a maximização do desempenho de uma cadeia de suprimento operando em um ambiente empresarial: redução de custos operacionais, redução de investimento em capital e melhoria no nível de serviço. O objetivo de redução de custos está direcionado à minimização de custos associados primariamente […]

GiselaMangebeira - ILOS

PANORAMA DE LOGÍSTICA REVERSA DE RESÍDUOS PÓS-CONSUMO NO BRASIL

A destinação de resíduos pós-consumo é um tema que tem sido discutido mundialmente nas últimas décadas e tem feito parte de um contexto de migração e compartilhamento de responsabilidades, antes entendidas como estritamente governamentais, para a indústria. A legislação da União Europeia sobre o assunto já considera a indústria no centro das decisões quanto à […]

ANÁLISE ESTRUTURAL DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO DA DEMANDA

Este artigo procura apresentar o processo de planejamento da demanda de forma holística, refletindo sobre os fatores que permitem analisar adequadamente o mercado e as capacidades internas da empresa e levam, consequentemente, a melhores decisões no atendimento da demanda. Para isso, vamos nos concentrar nas definições fundamentais e na estrutura do processo, que preparam e […]

Cesar Lavalle - ILOS

IMPACTOS DE TECNOLOGIAS EMERGENTES NAS EMPRESAS E NO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Pela terceira vez, a ProMat (veja detalhes no BOX) foi realizada conjuntamente à Automate, em centro de convenções em Chicago, nos Estados Unidos. Foi uma experiência profícua para refletir sobre o papel da tecnologia no ambiente competitivo das empresas, assim como no desenvolvimento econômico em geral. Este artigo tem como objetivo discorrer sobre o atual […]

TRANSPORTE DE COMBUSTÍVEIS NO BRASIL – INVESTIMENTOS PARA O ABASTECIMENTO ATÉ 2020

Com o crescimento da demanda por combustíveis e a dificuldade patente de expandir a infraestrutura no país, o abastecimento de combustíveis ao mercado brasileiro começa a se tornar uma preocupação, principalmente pelo caráter altamente estratégico destes produtos. Em função do temor acerca do possível comprometimento do atendimento da demanda, as cadeias logísticas desses produtos foram […]

UM RETRATO DA NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM NO BRASIL

O Brasil é um país extremamente favorecido para a navegação de cabotagem por suas condições naturais e distribuição demográfica. Trata-se de um país com uma costa navegável de 7.500 km de extensão, com mais de 30 portos organizados e inúmeros terminais de uso privativo. Além disso, o país possui uma forte concentração costeira dos setores […]

O PAPEL DA CAPACITAÇÃO LOGÍSTICA NA GESTÃO DO SUPPLY CHAIN: EVIDÊNCIAS NO VAREJO

Scientia potentia est. Esta famosa expressão em latim significa “conhecimento é poder”. No domínio da gestão organizacional, o conhecimento é ligado à habilidade de influenciar funcionários ou colegas com vistas a atingir os resultados desejados. Em algumas situações, entretanto, esta frase é interpretada como uma justificativa para não se compartilhar o que se conhece e, […]

Ataide Braga - ILOS

GESTÃO DE TALENTOS EM SUPRIMENTOS

A escassez de talentos tem sido um dos principais problemas vividos pelas organizações empresariais dos países emergentes, o que tem levado à intensificação da competição global entre empresas devido à crescente necessidade de capital humano para gerenciar os inúmeros desafios que os emergentes experimentam no processo de desenvolvimento. Esses recursos humanos, além de outras atribuições, […]

IMPACTO DA LEI 12.619 NOS CUSTOS DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGA

Em junho de 2012, entrou em vigor no Brasil a Lei 12.619, que dispõe sobre o exercício da profissão de motorista profissional de veículos automotores. Além de regulamentar as formas de remuneração desses profissionais, a nova lei também aborda um tema sensível ao transporte de carga nacional: a jornada de trabalho dos motoristas. Embora tenha […]

Paulo Fleury - ILOS

EVOLUÇÃO DO DESEMPENHO DAS FERROVIAS BRASILEIRAS PRIVATIZADAS – 1997 A 2010 – PARTE 2

O setor ferroviário brasileiro encontra-se em mais um momento de transformação. Insatisfeitas com as dificuldades enfrentadas no transporte ferroviário de carga, as grandes empresas embarcadoras estão articulando entre si, e com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para rediscutir o marco regulatório dos atuais contratos de concessão ferroviária. Após analisar, na edição anterior, a […]

Paulo Fleury - ILOS

EVOLUÇÃO DO DESEMPENHO DAS FERROVIAS BRASILEIRAS PRIVATIZADAS – 1997 A 2010 – PARTE 1

Após 14 anos do início do processo de privatização, o setor ferroviário brasileiro encontra-se em mais um momento de transformação. Insatisfeitas com as dificuldades enfrentadas no transporte ferroviário de carga, grandes empresas embarcadoras estão articulando entre si, e com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para rediscutir o marco regulatório dos atuais contratos de […]

O PAPEL DA TECNOLOGIA NO S&OP

O S&OP¹ é um processo de tomada de decisão conjunta, que visa balancear demanda e suprimento integrando planos de vendas, operações e financeiro, e alinhando-os com os objetivos estratégicos da companhia. É dito por alguns autores e teóricos do assunto que o S&OP é 80% processo e pessoas, e 20% tecnologia. Concordamos com a proporção, […]

GiselaMangebeira - ILOS

LOGÍSTICA REVERSA DE RESÍDUOS NÃO INDUSTRIAIS PÓS-CONSUMO

A logística reversa é um tema de importância crescente que vem alterando a dinâmica do mercado e preocupando as empresas, o governo e a sociedade. Diversos motivos impulsionam a relevância deste tema, tais como a redução do ciclo de vida dos produtos, o avanço da tecnologia da informação, o aumento do comércio eletrônico e a […]

ESTRATÉGIAS DE ABASTECIMENTO NO VAREJO DE MODA

Grandes companhias de varejo de moda vêm impulsionando seu crescimento em vendas nos últimos anos através da ampliação de sua rede de lojas. A análise dos dados divulgados pelas maiores varejistas de capital aberto no País revela grandes ambições em termos de expansão do número de lojas para os próximos cinco anos. À parte dos seus […]

CENTRAL DE OPERAÇÕES PARA CADEIA DE PRODUTO – UMA APLICAÇÃO DO SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

O conceito de Supply Chain Management trouxe uma visão de complexidade e de integração para as cadeias de produto1, que podem ser observadas de maneira completa considerando-se: cadeias de suprimento, plantas de produção e redes de distribuição. As cadeias completas geram maior complexidade no fluxo de informações e trazem a necessidade de melhores modelos de […]

DISTRIBUIÇÃO URBANA E OS EFEITOS DAS RESTRIÇÕES DE CIRCULAÇÃO NAS GRANDES CIDADES

INTRODUÇÃO Mesmo nas sombras de uma crise econômica mundial puxada por uma Europa em colapso político e um mercado americano abaixo dos seus padrões usuais de consumo, a economia brasileira continua dando sinais de resistência. Ela se comporta acima da média de mercado e demonstra bons sinais de resiliência, especialmente baseados no poder de consumo […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK 2011 – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO (PARTE 2)

O objetivo do artigo é mostrar os resultados da Pesquisa Benchmark – Serviço de Distribuição, conduzida periodicamente, desde 1994, pelo ILOS[1], sobre a evolução da importância e da qualidade do serviço de distribuição da indústria de bens de consumo na percepção dos supermercadistas. As análises que seguem estão baseadas nos resultados desta pesquisa. A primeira […]

DESAFIOS E OPORTUNIDADES DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

Um caminhão deve ser tratado como um avião, onde qualquer minuto de capacidade ociosa é irrecuperável. Desde meados da década de 2000 e mais fortemente após a recuperação da crise de 2008, o Brasil vive o que pode ser chamado de revitalização do setor de transporte rodoviário de cargas. Houve um grande aumento de demanda, […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK 2011 – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO – PARTE 1

  O objetivo do artigo é mostrar os resultados da Pesquisa Benchmark – Serviço de Distribuição[1], conduzida periodicamente desde 1994 pelo ILOS, sobre a evolução da importância e da qualidade do serviço de distribuição da indústria de bens de consumo na percepção dos supermercadistas[2]. A primeira parte deste artigo apresenta uma análise do cenário econômico, […]

COLABORAÇÃO: A CHAVE PARA UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUSTENTÁVEL – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo, apresentamos as iniciativas de colaboração como elementos-chave para a construção de cadeias de suprimentos econômica, social e ambientalmente sustentáveis, fazendo um resgate histórico das estratégias competitivas dessas cadeias ao longo do último século e mostrando por que os novos desafios nos obrigam a buscar um modelo de gestão mais sustentável. […]

COLABORAÇÃO: A CHAVE PARA UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUSTENTÁVEL – PARTE 1

Este artigo procura apresentar as iniciativas de colaboração como elementos-chave para a construção de cadeias de suprimentos econômica, social e ambientalmente sustentáveis. Nessa primeira parte do artigo, será apresentado um apanhado histórico das estratégias competitivas das cadeias de suprimentos no século XX, os problemas oriundos destas práticas e como a colaboração com parceiros comerciais pode […]

CENÁRIO DA INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA NO BRASIL

O transporte rodoviário é o principal meio para o deslocamento de cargas dentro do Brasil. Embora o Governo Federal venha aumentando os investimentos nos outros modais, o rodoviário ainda é responsável por quase 63% do TKU (toneladas por quilômetro útil) movimentado no País, tendo transportado, em 2008, mais de 770 bilhões de TKU, volume 14% […]

GiselaMangebeira - ILOS

CONSTRUÇÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUSTENTÁVEL: LOGÍSTICA REVERSA DE EMBALAGENS PÓS-CONSUMO – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo, tratou-se do problema dos resíduos sólidos, com um histórico da evolução da preocupação com o seu descarte correto, as diversas discussões internacionais sobre o tema e as políticas e soluções dadas, com os cases alemão e brasileiro. Foi abordado também o surgimento do conceito de responsabilidade compartilhada na cadeia de […]

GiselaMangebeira - ILOS

CONSTRUÇÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUSTENTÁVEL: LOGÍSTICA REVERSA DE EMBALAGENS PÓS-CONSUMO – PARTE 1

Levantamentos apontam que o Brasil gera, anualmente, cerca de 57 milhões de toneladasde resíduos sólidos urbanos, dos quais cerca de 30% (17 milhões) são embalagens pós-consumo, o que traz grandes impactos ao meio ambiente. Esta é uma realidade que se observa no mundo inteiro e que justifica uma preocupação cada vez maior da sociedade com […]

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NO SUPPLY CHAIN

A discussão acerca da sustentabilidade ambiental do planeta está na agenda de governantes e executivos em todo o mundo. Aquecimento global, acidentes ambientais, doenças causadas pela poluição e descontrole do descarte de resíduos estão entre os temas debatidos. O desenvolvimento econômico, se realizado de forma descontrolada, pode afetar ainda mais o meio ambiente, causando danos […]

Ataide Braga - ILOS

DESAFIOS DA FUNÇÃO COMPRAS NOS MERCADOS EMERGENTES

O mundo em que vivemos vem apresentando várias mudanças e de uma maneira tão rápida que às vezes nos deixa assustados com a evolução dos acontecimentos. A economia mundial, por exemplo, está passando por profundas transformações e de maneira bastante dinâmica. O eixo do poder econômico, que sempre se concentrou em tornos dos EUA e países […]

VOCÊ SABE IDENTIFICAR SEUS CLIENTES RENTÁVEIS?

  O gerenciamento ativo da carteira de clientes, focando nas contas que possuem maior contribuição para a rentabilidade da empresa, é um instrumento de grande valor, pois permite o direcionamento correto dos recursos disponíveis, além de permitir a identificação de oportunidades para crescimento. Infelizmente, e devido à natureza de alguns custos indiretos, a correta identificação […]

PREVISÃO DAS VENDAS DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL ATRAVÉS DE MÉTODOS CLÁSSICOS

As empresas e indústrias buscam modelos para suas vendas com o objetivo de prever a demanda futura, de modo que possam obter projeções que possibilitem melhorias no planejamento, redução de custos e outros benefícios. Em geral, as projeções advindas de modelos de previsão são baseadas em dados históricos ou em séries temporais.Existem diversas metodologias, técnicas […]

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL MERCADO ATUAL E PRÓXIMAS TENDÊNCIAS

O transporte rodoviário de cargas (TRC) é responsável por mais de 60% do volume de mercadorias movimentadas no Brasil, com o seu custo representando cerca de 6% do Produto Interno Bruto do país. Para as empresas, o deslocamento de carga pelas estradas nacionais equivale a mais da metade da sua receita líquida, chegando a mais […]

MAPAS DE ESTOQUE APLICADOS À GESTÃO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO – PARTE 2

Conforme foi apontado na primeira parte deste artigo1, a gestão estratégica de estoques vem ganhando importância cada vez maior na gestão da cadeia de suprimentos. Pesquisa realizada pelo ILOS2 revela a importância de custos com estoque para empresas brasileiras. Dos custos logísticos totais, os estoques constituem uma parcela de 26%, porcentagem menor apenas do que […]

MAPAS DE ESTOQUE APLICADOS À GESTÃO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO – PARTE 1

A gestão estratégica de estoques vem ganhando importância cada vez maior na gestão da cadeia de suprimentos. Com o aumento da competição global e a pressão sobre o mercado, as empresas se colocam em busca de vantagens competitivas, tais como customização de serviços e produtos, melhoria no nível de serviço e redução dos custos totais. […]

ANÁLISE DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO DA DEMANDA E S&OP EM EMPRESAS BRASILEIRAS – PARTE 2

Na primeira parte da apresentação dos resultados da pesquisa sobre o Planejamento da Demanda e S&OP1 em Empresas Brasileiras, foi feita uma breve descrição da situação atual e dos desafios que as empresas enfrentam no atendimento de um consumidor cada vez mais exigente. As informações coletadas mostram que, apesar do aumento da complexidade do mercado brasileiro […]

ANÁLISE DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO DA DEMANDA E S&OP EM EMPRESAS BRASILEIRAS – PARTE 1

A abertura de mercado e a estabilização econômica produziram profundas transformações no mercado consumidor brasileiro nas duas últimas décadas e, consequentemente, trouxeram novos desafios para o planejamento da demanda das empresas. A proliferação de produtos e o aumento da concorrência advindos dessas mudanças fi zeram com que a complexidade do processo de atendimento da demanda […]

USO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO SUPPLY CHAIN

As dificuldades no uso de Tecnologia da Informação (TI) em atividades do supply chain têm incomodado boa parte dos executivos de logística brasileiros. Os problemas começam no momento da disponibilização de recursos financeiros para a implantação das ferramentas tecnológicas. Este é um dos pontos de maior insatisfação dos executivos: os investimentos necessários são maiores do […]

Ataide Braga - ILOS

STRATEGIC SOURCING: A TRANSFORMAÇÃO ESTRATÉGICA DAS EMPRESAS COMPRADORAS – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo foi realizada uma pequena síntese das diferentes fases de evolução da sofisticação dos processos de Compras/ Suprimentos nas empresas, e depois foram apresentados alguns dados da pesquisa realizada pelo Instituto ILOS sobre o nível de implementação de estratégias de suprimentos nas empresas situadas no Brasil, onde a iniciativa de strategic […]

Ataide Braga - ILOS

STRATEGIC SOURCING: A TRANSFORMAÇÃO ESTRATÉGICA DAS EMPRESAS COMPRADORAS – PARTE 1

O desenvolvimento da atividade de Compras/Suprimentos nas empresas compradoras atravessou diferentes estágios na direção de uma maior sofisticação do setor. O primeiro estágio foi caracterizado pela pouca agregação de valor realizada pelo departamento responsável pelas aquisições de bens e serviços nas organizações. Nesta fase, os requisitantes internos realizavam quase todas as atividades associadas à negociação […]

COMBINAÇÃO OU COMPETIÇÃO DE PREVISÕES: UM ESTUDO DE CASO NOS FRETES DO AGRONEGÓCIO – PARTE 1

Tendo em vista a crescente importância das atividades logísticas no Brasil, torna-se cada vez mais necessário mensurar seus diferentes componentes. Especificamente, os transportes representam, em média, 64% do custo logístico das empresas, constituindo um objeto de análise importante para acadêmicos e gestores. Com base nessa perspectiva, é apresentado um estudo de caso que busca analisar […]

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E PROCESSOS INTEGRADORES: IMPORTÂNCIA E IMPACTOS NO DESEMPENHO LOGÍSTICO – PARTE 2

Esta é a segunda parte de um artigo que busca discutir o papel e a importância da organização logística e dos seus processos de planejamento na performance das operações logísticas. Enquanto a primeira parte do artigo mostrou conceitos mais teóricos, esta segunda parte vai apresentar os resultados de uma pesquisa com sete empresas de bens […]

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E PROCESSOS INTEGRADORES: IMPORTÂNCIA E IMPACTOS NO DESEMPENHO LOGÍSTICO – PARTE 1

A evolução das atividades de logística e supply chain nas empresas brasileiras é clara e indiscutível para quem vivencia esta realidade há alguns anos. O escopo das funções logísticas tem aumentado, assim como a complexidade das mesmas. O principal executivo da área tem alcançado níveis hierárquicos cada vez mais altos e com isso o espectro […]

SUSTENTABILIDADE É GRÁTIS:UMA ABORDAGEM PARA UMA CADEIA DE FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

Em 1979, Philip B. Crosby publicou o livro “Quality is Free”. Para muitos de seus leitores, este pequeno livro abriu novos horizontes. Ele continha a ideia revolucionária de que a qualidade não adicionava custo ao produto. Ao contrário, pregava que a agregação de qualidade ao produto ou processo era, no mínimo, uma situação de break-even […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK 2009 – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO – 2ª PARTE

Este artigo está baseado nos resultados da pesquisa “Benchmark 2009 – Serviço de Distribuição”, conduzida periodicamente desde 1994, primeiro pelo Centro de Estudos em Logística (CEL) e agora pelo Instituto de Logística e Supply Chain. Na primeira parte, publicada na edição de janeiro de 2010 da Revista Tecnologística, ele demonstrou como o ambiente econômico impacta na […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK 2009 – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO – 1ª PARTE

Este artigo está dividido em duas partes. A primeira explora como o ambiente econômico impacta na decisão de compras do comércio junto à indústria de bens de consumo. A segunda parte, analisa as implicações das mudanças no ambiente competitivo em termos das necessidades dos supermercadistas, bem como do desempenho e da qualidade do serviço de […]

Monica Barros - ILOS

PANORAMA DAS FERROVIAS BRASILEIRAS

O transporte de carga por ferrovias vem ganhando espaço no Brasil, apesar de não ser bem avaliado pelos profissionais de logística do país. Essa é uma das constatações da pesquisa feita pelo Instituto ILOS entre setembro e outubro de 2008 com 220 das maiores empresas brasileiras em faturamento. Ao todo, 369 executivos de logística de […]

O PAPEL DAS PESSOAS NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO LOGÍSTICO

Nos últimos anos, muitas empresas se deram conta do potencial que as atividades logísticas possuem para criar valor para seus clientes e, dessa forma, ganhar posições na frenética busca pela competitividade. É através do serviço logístico, entendido como o conjunto de atividades que devem ser realizadas para atender às necessidades de clientes cada vez mais […]

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE NUM TERMINAL DE CONTÊINERES VIA SIMULAÇÃO – UM ESTUDO DE CASO

Atualmente, o contêiner é a forma mais utilizada para movimentar materiais e produtos pelo modal marítimo. Yun & Choi (1999) salientam que mais de 90% da carga internacional são movimentados via portos e terminais e que 80% desse volume são acondicionados em contêineres. Naturalmente, o aumento da procura por esse serviço gera um impacto direto […]

Monica Barros - ILOS

TERCEIRIZAÇÃO LOGÍSTICA NO BRASIL

Este artigo tem por objetivo apresentar um pequeno panorama sobre a terceirização logística no Brasil. Os resultados foram extraídos da pesquisa “Panorama Terceirização Logística no Brasil 2009”, realizada em 2008 com 118 empresas de diversos setores do grupo das maiores em faturamento no país. Nos últimos anos, em todo o mundo, muitas empresas se reestruturaram […]

Ataide Braga - ILOS

GERENCIAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo o autor introduziu o tema abordando os antecedentes desta estratégia de relacionamento com fornecedores, os principais motivos para implementação de um programa desta natureza, e segmentou a iniciativa de desenvolvimento de fornecedores entre ações destinadas a identificação de novos fornecedores e aprimoramento daqueles já existentes na base de fornecimento. Naquela […]

Ataide Braga - ILOS

GERENCIAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES – PARTE 1

O mundo corporativo cada vez mais acredita na ideia de que uma empresa, para competir e sobreviver, deve construir e manter relações com fornecedores competentes e extrair o maior valor possível destas relações. Em outras palavras, a competência especializada dos fornecedores pode ter uma influência substancial na capacidade inovadora da empresa compradora e na sua […]

PCP DOS PORTOS: SIMULANDO A LIGAÇÃO NAVIO-ANCORADOURO PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE DEMURRAGE – PARTE 2

Para cada uma das combinações de normas de alocação de ancoradouro e prioridades de fila, foram realizadas 30 replicações de mil dias de operações, e foram coletadas estatísticas sobre o tempo de espera na fila para o sistema como um todo e para cada um dos navios que periodicamente atracam no porto. Vale dizer, como […]

PCP DOS PORTOS: SIMULANDO A LIGAÇÃO NAVIO-ANCORADOURO PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE DEMURRAGE – PARTE 1

Diversos pesquisadores concentraram seu trabalho no estudo da aplicação de sofisticadas técnicas de modelagem a um ambiente portuário e aos complexos relacionamentos entre os níveis de custo e serviço que possam eventualmente surgir. Especificamente em relação à operação da ligação navio-ancoradouro (SBL, do inglês ship-berth link), pode-se argumentar que, qualquer que seja o tipo de carga […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK – SERVIÇO AO CLIENTE 2008

Resultado de pesquisa realizada entre 1994 e 2007 sobre a evolução da importância e a qualidade do serviço de distribuição física da indústria de bens de consumo, na percepção dos supermercadistas  A primeira parte deste artigo apresenta uma análise do cenário econômico, que condiciona o comportamento dos agentes integrantes da cadeia de suprimento de bens […]

SUPPLY CHAIN MANAGEMENT – OPORTUNIDADES NA GESTÃO DOS FLUXOS FINANCEIROS E DE INFORMAÇÕES

A dúvida com relação aos limites dos conceitos de Logística Integrada e Supply Chain Management tem gerado uma série de interpretações equivocadas por parte de algumas empresas e profissionais da área de operações. É usual encontrarmos o termo “supply chain management” sendo utilizado para designar atividades logísticas internas, como gestão de estoques, armazenagem e controle […]

Monica Barros - ILOS

PERFIL DO EXECUTIVO EM LOGÍSTICA BRASILEIRO

Este artigo tem por objetivo apresentar o perfil do executivo de logística brasileiro. Grande parte das análises é resultado da pesquisa “Perfil do Executivo de Logística”, realizada anualmente durante o Fórum Internacional de Logística no Rio de Janeiro. Neste primeiro artigo serão apresentadas as transformações no ambiente empresarial e, consequentemente, na carreira do executivo de […]

Ataide Braga - ILOS

PANORAMA DA GESTÃO DE COMPRAS E SUPRIMENTOS NAS EMPRESAS INDUSTRIAIS BRASILEIRAS

A década de 90 experimentou o emergir da importância do conceito de Supply Chain Management (SCM) ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, principalmente no que se refere à integração, maior visibilidade entre os agentes da cadeia e redução de variabilidade nos processos que suportam os negócios entre este players. Neste contexto, procurou-se definir SCM como a realização de […]

A SEGMENTAÇÃO DOS OPERADORES LOGÍSTICOS DE ACORDO COM SUAS CAPACITAÇÕES

Com a crescente popularidade da terceirização de atividades logísticas, o setor de operadores logísticos (OLs) vem mudando aceleradamente para poder acompanhar as necessidades de seus clientes. Os embarcadores buscam soluções cada vez mais completas, o que obriga os OLs a repensar estratégias para melhorar o desempenho e a fazer escolhas a respeito dos serviços oferecidos […]

AVALIANDO A EFICIÊNCIA DOS TERMINAIS BRASILEIROS COM ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS

A globalização tem aumentado a importância do transporte na economia e nas empresas. No mundo todo, as autoridades portuárias têm estado constantemente sob pressão para melhorar a eficiência dos portos, de modo que seus serviços sejam competitivos em termos internacionais e também para sustentar um desenvolvimento econômico baseado no comércio internacional. É praticamente um consenso […]

PLANO DIRETOR DE LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN: IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA E PRINCIPAIS RESULTADOS

Somente nos últimos dez anos as empresas começaram a perceber a gestão da cadeia de suprimentos como um poderoso elemento de uma exitosa estratégia de negócios. Famosos exemplos, estudados e comentados à exaustão, ajudaram nesta conscientização, pois demonstraram que atividades, antes vistas como back-office e operacionais, podem ser totalmente transformadas, tornando-se pontos cruciais das estratégias […]

PREÇOS DE FRETE RODOVIÁRIO NO BRASIL

O Brasil é um país fortemente voltado para o uso do modal rodoviário, conseqüência das baixas restrições para operação e dos longos anos de priorização deste modal nos restritos investimentos do governo. O cenário de elevada oferta, poucas exigências para operação e baixa fiscalização levou à redução da qualidade dos serviços prestados e deprimiu os […]

Ataide Braga - ILOS

INTELIGÊNCIA DE MERCADO APLICADA À FUNÇÃO COMPRAS E SUPRIMENTOS

A pesquisa de mercado, visando seu emprego em compras e suprimentos, tem recebido significativa atenção por parte das indústrias, devido a um conjunto de fatores que trouxe complexidade ao processo de aquisição e risco no suprimento dos itens considerados estratégicos para estas organizações compradoras. Procura por inovações tecnológicas, dinamismo do mercado supridor, procura por fornecedores […]

PRÁTICAS DA GESTÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NAS EMPRESAS – PARTE 2

Na primeira parte deste artigo, apresentada na edição anterior, foi destacada a importância da gestão do transporte de cargas na conjuntura atual. Essa importância pode ser evidenciada quando se observa o conjunto das decisões tomadas pelos profissionais que atuam nessa área, os serviços oferecidos aos clientes e os custos envolvidos. Também foram apresentadas as principais […]

PRÁTICAS DA GESTÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NAS EMPRESAS – PARTE 1

O objetivo deste artigo é apresentar algumas práticas e decisões gerenciais que vêm sendo adotadas pelas grandes empresas industriais e varejistas no transporte rodoviário de cargas. O material será dividido em duas partes: Nesta 1ª parte, será destacada a importância da gestão do transporte de cargas na conjuntura atual. Em seguida, serão expostas algumas políticas […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK 2007 – SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO FÍSICA

Resultado de pesquisa realizada entre 1994 e 2006 sobre a evolução da importância e a qualidade do serviço de distribuição física da indústria de bens de consumo, na percepção dos supermercadistas  A primeira parte deste artigo apresenta uma análise do cenário econômico, o qual condiciona o comportamento dos agentes integrantes da cadeia de suprimento de […]

PROBLEMAS DE JULGAMENTO E TOMADA DE DECISÃO NO ATENDIMENTO DA DEMANDA

As atividades de planejamento da demanda podem ser divididas em duas etapas: análise estatística dos dados históricos e interpretação gerencial das informações de mercado. Na primeira etapa, as informações quantitativas, sobretudo os dados históricos de vendas, são analisadas para identificação dos componentes quantificáveis da série, isto é, o nível da demanda, tendência de longo prazo, […]

DISTRIBUIÇÃO DIRETA OU DISTRIBUIÇÃO ESCALONADA?

As últimas três décadas foram marcadas por fortes transformações nas relações de fornecimento entre indústria e varejo. São diversos os relatos sobre essas diferentes relações de fornecimento (Christopher, 2000). Diversas indústrias reestruturaram suas redes de distribuição para atender à contínua demanda do varejo por menores estoques e maiores níveis de serviço (Hoek, 1998a e 1998b). […]

APLICAÇÃO DE SIMULAÇÃO COMO FERRAMENTA DE APOIO À ELABORAÇÃO DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE CAPACIDADE

Capacidade é “o volume de saída que um sistema é capaz de atingir em um período específico de tempo” (Yang, 2001). Ao se falar de capacidade, provavelmente a primeira coisa em que se pensa seja capacidade produtiva. No entanto, capacidade é um termo muito mais amplo e abrangente. Neste artigo, abordaremos o tema com o […]

A QUALIDADE DA INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA NA PERCEPÇÃO DOS GRANDES EXPORTADORES BRASILEIROS

O ano de 2004 parece ter sido decisivo para o comércio exterior brasileiro: as exportações atingiram o volume financeiro de US$ 94 bilhões e poucas vezes a questão da qualidade da infraestrutura logística de exportação foi debatida com tanta intensidade por diferentes segmentos da sociedade. Filas de caminhões de até 85 km no Porto de […]

Cesar Lavalle - ILOS

PESQUISA BENCHMARK – SERVIÇO AO CLIENTE 2006

A primeira parte deste artigo apresenta uma análise do cenário econômico, que condiciona o comportamento dos agentes integrantes da cadeia de suprimento de bens de consumo. Em seguida, serão discutidas as implicações das mudanças do ambiente competitivo em termos das necessidades dos supermercadistas, bem como do desempenho e da qualidade do serviço de distribuição praticados […]

A LOGÍSTICA ENXUTA

O termo enxuto, como tradução de “lean”, surgiu na literatura de negócios para adjetivar o Sistema Toyota de fabricação. Tal sistema era lean por uma série de razões: requeria menos esforço humano para projetar e produzir os veículos, necessitava menos investimento por unidade de capacidade de produção, trabalhava com menos fornecedores, operava com menos peças […]

AVALIAÇÃO DO ACESSO AOS TERMINAIS PORTUÁRIOS E FERROVIÁRIOS DE CONTÊINERES NO BRASIL

O aumento da utilização de contêineres para movimentação de cargas é uma tendência mundial, abrangendo não apenas os países desenvolvidos, como também os países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Este fenômeno pode ser observado a partir do forte crescimento da movimentação de contêineres nos portos de todo o mundo. No período de […]

Ataide Braga - ILOS

EVOLUÇÃO ESTRATÉGICA DO PROCESSO DE COMPRAS OU SUPRIMENTOS DE BENS E SERVIÇOS NAS EMPRESAS

A aquisição de bens e serviços a serem utilizados na produção e na revenda de produtos pode ser considerada a atividade responsável por um dos maiores componentes do custo de produção e das mercadorias vendidas. Alguns autores chegam a dimensionar a amplitude desse impacto, observando que entre 50% e 60% do custo de produção ou […]

MODELOS DE NÍVEL DE SERVIÇO E OTIMIZAÇÃO DOS ESTOQUES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS

É universalmente reconhecida a grande importância do conceito nível de serviço no desenho das operações logísticas, na comunicação de expectativas com relação aos níveis de estoque, na relação entre clientes e fornecedores e na segmentação de produtos e mercados em função de sua importância ou rentabilidade. Um dos principais indicadores de nível de serviço adotados […]