A complexa logística do setor de embalagens

A indústria de embalagens costuma ser citada como o primeiro setor reativado em recuperações de crise uma vez que respondem a estímulos de setores mais próximos do cliente final. Entretanto essa distância do consumidor final gera uma série de desafios para o setor como falta de visibilidade de demanda, efeito chicote e maiores riscos de obsolescência de produtos. Integrações colaborativas com o cliente são uma forma de amenizar os efeitos desse cenário, mas parcerias desse nível ainda são raras de se observar no panorama nacional.

Figura 1 –Diferentes exemplos de embalagens de plástico, alumínio e papel

 

Diante desse posicionamento não muito favorável, é comum ver empresas de embalagens com um nível de estoques muito acima do ideal. Esse fato por si só já é bastante negativo, como já comentei em meu último post, todavia em alguns casos essa situação pode ser ainda mais agravada devido à obsolescência dos materiais em questão. Algumas empresas de embalagem possuem uma grande parcela de sua receita atrelada à projetos customizados, como latas de alumínio e frascos de perfume estilo “one shot”, ou seja, com venda limitada a um período específico. Uma previsão mal realizada em projetos desse estilo pode resultar em estoques superdimensionados e não puxados pelo cliente, não havendo outra saída a não ser o descarte.

Outro problema comum no setor é a dificuldade de planejamento de materiais, principalmente em empresas com alto número de produtos customizados em seu portfólio. Essa dificuldade decorre do fato de usualmente o prazo de lead time para entrega das embalagens finais ser menor que o prazo de lead time de fornecimento de grande parte dos materiais, impossibilitando modelos de negócio com compras 100% atreladas a pedidos. Somando esse problema com a já citada falta de visibilidade da demanda e temos um cenário de realização de pedidos de matéria-prima com alto grau de imprecisão.

E sua empresa, tem grande volume de compras de embalagens? Uma integração com esse fornecedor pode ser benéfica para todos os elos da cadeia.